Depois de leres isto nunca mais vais voltar a vestir roupas novas antes de as lavares!

Isto é preocupante e muita gente desconhece as informações dadas por esta dermatologista, mas a verdade é que isto afecta-nos realmente e pode prejudicar a nossa saúde.
É importante que tenhas conhecimento desta informação, e que a partilhes com os teus amigos e familiares.
A prevenção nunca é demais! Muitas vezes, ao comprar roupas novas, as pessoas simplesmente tiram as etiquetas e as usam imediatamente.
Porém, é importante saber que a prática não é recomendada por questões de higiene.

Devido a diferentes leis que variam entre os países, sobre os níveis autorizados de produtos químicos nos tecidos, a roupa pode ser movimentada por todo o mundo, levando várias substâncias que podem irritar a pele, diz publicação do The Wall Street Journal.
De acordo com Donald Belsito, professor de dermatologia na Columbia University Medical Center, em Nova York, com especialidade em dermatite de contacto, às vezes é necessário lavar a roupa nova, até mesmo mais de uma vez antes de usá-la.
Muitos tecidos sintéticos são feitos a partir de corantes do tipo azo-anilina, que podem causar uma reacção cutânea grave caso alguém seja alérgico a ela, e uma reação menos intensa, mas ainda assim irritante, causando manchas e pele ressequida.
Pode demorar mais de uma lavagem para higienizar o corante, caso contrário, causará comichão e manchas vermelhas “especialmente perto das áreas onde há atrito ou transpiração, como a cintura, pescoço, coxas e em torno das axilas”, disse Belsito.
Se é realmente alérgico a esses corantes, o especialista diz que é preciso evitá-los completamente, mesmo após várias lavagens.
Outra irritação poderia ser resultado de resinas de formaldeído usadas, principalmente, para reduzir os riscos dos tecidos adquirirem mofo.
Estas resinas podem causar duas formas de eczema – dermatite alérgica de contato e dermatite irritativa de contacto – com sintomas como pele escamada e erupções cutâneas.
Também não é possível saber quem já tocou naquela roupa ou a experimentou nos provadores das lojas, tornando possível que germes e outras criaturas estejam escondidas no tecido.
“Tenho visto muitos casos de piolhos que foram possivelmente transmitidos em provadores de lojas, pelas peças de roupas, e há certas doenças infecciosas que podem ser transmitidas por elas” diz Belsito, observando que a sarna também podem estar presente nas roupas.
O conselho do Dr.
Belsito é lavar todas as roupas novas, pelo menos uma vez, não importa o tipo de tecido.
“Em termos de higiene, é uma coisa muito importante que se deve fazer”, diz ele.
Fonte: Consumerist Foto: Reprodução / DailyMail
Comentários

Há 3 anos ele trocou a mulher por uma mais nova... Mas ele nunca esperou que ela fizesse isto!

Ele deixou a mulher por causa de uma outra mais nova, e a vida estava a correr-lhe bem… Até que um dia ele publicou algo que deixou todos os se...


1059