Foi-lhe aberta a garganta nas urgências, por o pai a ter deixado sozinha 2 horas.

É raro ver destes acontecimentos pela internet, pois quando acontecem nunca são divulgados, mas Kelliee Jo Nelson, mãe de Wyoming, quer que a história da sua filha corra o mundo, para sensibilizar as pessoas, para que estes casos não sejam tão frequentes.

A jovem Taylor Nelson, 16 anos, aproveitou-se da ausência do pai para esvaziar algumas garrafas de álcool na companhia da sua prima, mas nunca devia ter feito isso.
O pai esteve ausente apenas duas horas de casa, mas quando voltou, encontrou a filha inconsciente envolta num cobertor, ela foi imediatamente levada para o hospital, onde os médicos descobriram que ela tinha um nível de álcool no sangue de 4,5 g/l, 5 vezes o limite permitido por lei.
O suficiente para matar um homem.

Os médicos precisaram três tentativas para entubar Taylor, tiveram que abrir-lhe a garganta para o fazer.
Ela, então, passou 18 horas com este dispositivo porque não conseguia respirar por conta própria.
A mãe de Taylor, em seguida, tirou uma foto da sua filha e postou no Facebook, acompanhando-a da seguinte mensagem: “Aqui está o que pode parecer uma menina de 16 após 2 cervejas, dois shots de Captain Morgan, 2 shots de Apple Pie Moonshine, 2 doses de whisky e um punhado de mirtilos embebidos em álcool.
Espero que a minha filha e a minha sobrinha compreendam a sorte que tiveram.
Espero que tenham aprendido uma lição importante.
E espero que esta experiência seja partilhada para evitar que outras crianças possam perder a vida.
Os médicos relatam que se o pai a tivesse encontrado minutos depois, ela provavelmente não estaria neste mundo.” Queres ganhar um Telemóvel Topo de Gama grátis? Tenta a tua sorte aqui!
Comentários

10 ideias deliciosas e saudáveis para o teu pequeno almoço!

Não precisas de dietas mirabolantes ou de gastar dinheiro em produtos especiais para teres uma alimentação saudável, a ...


310